Quando meu bebê irá sentar? A Matic separou dicas para ajudar

shutterstock_552244060

Quando meu bebê irá sentar? A Matic separou dicas para ajudar

Seu bebê já está na fase de sorrir, reconhecer a voz e olhar nos olhos. Porém, você não vê a hora de ele aprender a sentar sozinho, não é?

 

Segundo especialistas, é considerado normal que seu bebê comece a sentar pouco antes ou depois dos seis meses, logo após firmarem a cabeça, o que acontece, no geral, aos três meses de vida. Isso porque, para conseguir se equilibrar e sentar sozinhos, os pequenos necessitam de estar com o pescoço firme para sustentar a cabeça, o que depende da sua maturação neurológica. Vale lembrar que o desenvolvimento motor dos bebês é progressivo e acontece no sentido céfalo-caudal, ou seja, da cabeça para os pés.

 

Mas, calma. Por mais que pareça demorar, as mamães podem estimular os pequenos a se desenvolverem mais rápido desde o primeiro mês de vida. Aqui vão algumas dicas da Matic:

 

Dica 1: Entre o primeiro e o quarto mês, coloque-o de barriga para baixo em uma superfície plana e fime. Assim, ele terá apoio para levantar a cabeça de maneira segura.

 

Dica 2: Outra forma de estímulo é colocar o bebê sentado de frente e segurá-lo pelas axilas. Devagar, brinque balance para frente e para trás. Além de se divertir, ele vai forçar o pescoço e se manter firme no colo. Esse tipo de movimento manda ao cerébro a informação ao bebê de como manter a postura.

 

Dica 3: Os bebês mais gordinhos demoram um tempo maior para sentar, justamente por causa do peso, e cabe aos pais ajudarem os filhos a firmar o corpo. Para isso, basta passar uma toalha de banho pela barriga e por baixo das axilas do seu bebê, como um cinto. Mantenha o bebê com os pézinhos no chão, segure o pano bem firme pelas costas para ele não cair. Deixe-o nessa posição por alguns minutos, enquanto brinca com ele de serra-serra.

 

Claro que a conquista de ver seu bebê sentado e brincando pode variar de acordo com cada criança, mas temos certeza de que, com essas dicas, seu nenem vai conseguir se desenvolver muito mais fácil.

 

 

Fontes: revistacrescer.globo.com

Sem Comentários

Postar um Comentário